IMG_3149

2ª Etapa Circuito Recreio

Recreio dos Bandeirantes – Posto 10
R$ 10 Mil Reais em prêmios

Altas ondas – Pic: Rodrigo Ribeiro

Foi um final de semana alucinante no Rio de Janeiro com praia cheia, muito sol, vento terral e com ondas superior a 1 metro. O campeonato contou com as seguintes categorias: Amador Feminino e Masculino, Sub-18 Masculino, Master Masculino e Open Masculino.

Com os patrocínios da NOVA Bodyboard, Brazuca Suplementos e Unicesumar Educação a competição começou no sábado, 29 de junho, com um dia lindo de inverno carioca e um céu azul e vento terral, que ditaram o ritmo do dia e prometia boas ondas. O mar estava com ondas em torno de 1 metro, séries maiores, e swell de sul. Nesse dia foram realizados os primeiros rounds de cada categoria e deixando para o domingo as semifinais e finais.

Recreio foi o palco perfeito pros bodyboarders. Pic: Rodrigo Ribeiro

Com uma premiação total de R$10mil reais, o evento atraiu 60 atletas de altíssimo nível que vieram de diversas cidades do Rio de Janeiro dessa forma a competição contou com atletas de Maricá, Rio das Ostras, Niterói, Angra dos Reis, Rio de Janeiro e de outros estados também como Espírito Santo e Ceará. Todos em busca da primeira colocação.

Os tubos rolaram e os atletas fizeram a festa! Pic Rodrigo Ribeiro

As primeiras baterias a irem pra água foi da categoria Open Masculino pois o mar ainda estava grande mas tinha muitos tubos e rampas para decolar. A categoria contou com a participação de 20 atletas e iniciou com 5 baterias de 4. Os grandes destaque foram os atletas Ricardo Ramos, Cassius Perry, Gabriel Sousa, Wanderley Silva, Tobias Widera e Pablo Ricardo que passaram para as quartas de finais.

Em seguida foi a vez da categoria Master Masculino que contou com a participação de 12 atletas e grandes nomes do esporte nacional como a presença de Jeff Urdan, Valdinei Nunes, Felipe Montenegro e a lenda do Recreio Davi Viana. Os atletas conseguiram pegar boas esquerdas e os destaques ficaram por conta de Sérgio Porto, Tobias Widera (Joa), Valdinei Nunes (Ipanema), Felipe Colombo, Waldir Dordron (Recreio), Ricardo Júnior, Jeff Urdan (Copacabana) e Felipe Montenegro (Leme e agora radicado no Recreio), que avançaram para as quartas de final.

As rampas fizeram a cabeça do Bodyboarders – Pic: Rodrigo Ribeiro

Na categoria Amador Feminino a comissão técnica e as atletas, juntos, decidiram por competir apenas no domingo, pois o mar estava um pouco grande e a previsão era diminuir.

Já o Amador Masculino foi pra água e pegou fogo, com muitos ars e rollos aéreos, os destaques que avançaram para as semifinais foram os atletas Cassius Perry, Pablo Ricardo, Ramon Silva, Mateus Souza, Renana Sousa, Bruno Salgado, Lucas Almeida e Bernardo Salles.

Para encerrar o dia tivemos a Sub-18 Masculino com o maior número de atletas inscritos no total de 21 atletas que se dividiram em 6 baterias e mostraram ao público que a nova geração não está de brincadeira. Com muitos ARS, Backflips e El rollos os finalistas se destacaram nos mínimos detalhes com manobras com compromissos e fluídas faziam a diferença nas papeletas dos juízes. As disputas foram acirradas até os últimos segundos e os atletas Alexandre dos Santos, Hugo Alvez, Shelton Ícaro, Gabriel Rufino, Bruno Gabriel e Thiago Silva fizeram as maiores médias e passaram em primeiro lugar. E os atletas Victório Alburquerque, Wanderley Silva, Luiz Gabriel, Robson Corrêa, Cauã Tolstoy e Christopher Reis avançam para próxima fase fazendo a segunda maior média em suas baterias.

O circuito conta com os apoios das empresas Bay Duca Multimarcas, Bless Bodyboarding, Célula Nerd, FEBARRA, Escola Bodyboarding Recreio, Ride It! Bodyboarding Mag, Quiosque Toca da Russa, IFH – Instituto Fluminense do Hálito, Kalane Surf and Sports, Quiosque Sirena Lounge, La Belullino – Clube da beleza. Nós agradecemos de coração pela parceria pois acreditamos que o esporte pode mudar vidas, o esporte é saúde e faz grandes amizades.

DOMINGO, 30 DE JUNHO

O dia começou com um vento forte de terral, ondas de 0.5 metro com séries maiores e swell com força ainda virando para Sudeste, água do mar verde cristalina e quente, um dia incrível e perfeito no inverno carioca. O check in com os atletas foi as 07:30 da manhã e teve início às 08 horas com a categoria Master Masculino. Todas as baterias finais tiveram 20 minutos para os atletas se apresentarem. 

As baterias das Quartas de Final Master Masculino começaram com a disputa entre Sérgio Porto, Ricardo Júnior, Valdinei Nunes e Felipe Montenegro, e a segunda bateria com a disputa entre Waldir Dordron, Tobias Widera, Jeff Urdan e Felipe Colombo. Os atletas da categoria masters demonstraram bastante técnica e muita disposição, avançando assim para as semifinais em primeiro Valdinei e Jeff, e em segundo Felipe e Tobias. As disputas das semifinais foram com baterias homem a homem e acirrou a competição entre os atletas. Na primeira bateria Valdinei Nunes conseguiu boas combinações de tubo e el rollo e avançou para a final, a segunda bateria Jeff Urdan cometeu interferência sobre Felipe Montenegro e dificultou o seu avanço para a final mas isso não o desanimou e disputou onda a onda até o fim, já Felipe fez duas boas ondas de barrel e rollo e levou a melhor. A final iniciou com intervalo das séries bem grande e a maré mais cheia mas isso não interferiu na bateria e cada atleta conseguiu surfar cinco ondas. O atleta Valdinei Nunes estava inspirado e com suas combinações de 360 e el rollo mostrou pra que veio e venceu com média 8 contra 7.5 do Felipe Montenegro.

A categoria Amador Feminino foi composta por 8 guerreiras que não se intimidaram com o tamanho das ondas e foram para água. A primeira bateria foi disputada por Amanda Souza, Anna Carolina, Júlia Marins e Paula Fernanda. E a segunda bateria teve a presença das atletas Tatiana Corrêa, Karen Castellar, Marcela Reis e Raquel Martins. E com alguns el rollos e tubos avançaram para as finais Paula Fernanda, Karen Castellar, Amanda Souza e Marcela Reis. A final foi bem disputada, e cada meio ponto fazia a maior diferença e o público na areia aplaudia muito a cada manobra. A grande vencedora foi a Paula Fernanda que fez média 6.0, seguida da Karen Castellar com média 4,41, em terceiro ficou Marcela Reis com média 3,92 e na quarta colocação Amanda Souza com média 3,0.

Já as semifinais da categoria Amador masculino tiveram disputas intensas do começo ao fim, com manobras expressivas e muito comprometimento dos atletas que não economizaram nos ars. Após os 30 minutos de disputas avançaram para a grande final os atletas Cassius Perry, Pablo Ricardo, Ramon Silva e Mateus Souza. Essa foi uma das melhores finais da etapa e que levantou a torcida nas areias do Recreio. O grande vencedor foi Ramon Silva que executou bons ars e um excelente backflip com isso fez média 14,41. A disputa pela segunda colocação foi muito acirrada e a diferença chegou a 0.25 décimos, mas fazendo média 10 e ficando em segundo lugar o atleta Pablo Ricardo, em terceiro Cassius Perry fazendo média 9,41 e na quarta colocação o atleta do Recreio Mateus Souza com média 6,91.

As quarta de finais da Sub-18 começou eletrizante, e logo a primeira bateria o estreante do circuito, o atleta  Alexandre dos Santos encarou e não conseguiu vencer o líder do ranking Wanderley Silva e o quarto Shelton Ícaro. Na segunda bateria houve o embate entre o estreante Hugo Alvez, o atleta Luiz Gabriel que ocupa o atual quinto lugar no ranking e o atleta Gabriel Albuquerque que ocupa o atual sexto lugar no ranking. Essa segunda bateria também foi muito disputada e infelizmente o atleta Hugo Alvez não avançou na competição. Defendendo a vice liderança e desejando o primeiro lugar do ranking Thiago Silva enfrentou Cauã Tolstoy, atual nono no ranking, e o estreante Gabriel Rufino, passando para as semis Thiago Silva junto com o estreante Gabriel Rufino. E na quarta bateria o estreante Christopher Reis mostrou que veio para ficar, pegou boas ondas de ars e avançou junto com Robson Corrêa, atual sétimo, para as semi deixando para trás  Bruno Gabriel, atual décimo do ranking.

Cada bateria da semi final foi composto por um estreante e três brigando pelo ranking. Na primeira semi Thiago Silva destruiu a bateria com fortes ars e mostrou que queria a liderança do ranking, passando junto para a final Robson Corrêa. Na segunda semi o estreante Christopher Reis estava leve e solto, passou em primeiro junto com o atleta local Shelton Ícaro. As semis já mostravam que a final seria forte, Thiago Silva e Christopher Reis travaram uma batalha do começo ao fim com ars “na lua”, el rollos bem altos e pra frente e muita fluidez fez a diferença no décimos da pontuação, a torcida na areia aclamava a cada manobra feita dentro da água. E na outra ponta a briga pelo terceiro lugar ficou entre o local Shelton Ícaro e Robson Corrêa. No final Thiago Silva conseguiu a vitória com média 11,50 para alcançar a liderança do ranking, Christopher Reis ficou com a segunda colocação fazendo média 11,08 , seguido de Shelton Ícaro e Robson Corrêa com médias 9,16 e 8,83.

A categoria Open masculino era a mais esperada do dia por conta de ter atletas profissionais e amadores juntos na mesma bateria, e isso torna um desafio de superação para todos. A primeira bateria foi com Ricardo Ramos, vice líder do ranking, que precisava vencer para permanecer no topo do circuito, e com ele Gabriel Sousa e Tobias Widera, estreantes, tentavam de tudo como combinações de tubo e el rollo mas Ricardo foi imbatível e avançou em primeiro lugar seguido de Gabriel. Na segunda bateria os estreantes Cassius Perry e Pablo Ricardo tentavam vencer o quarto do ranking Wanderley Silva. Mas Wanderley bem experiente conseguiu executar bons el rollos e backflip e avançou para as semis, e com ele Cassius Perry que estava com tudo e mostrou realmente que veio para competir, como manobras fluidas e bem altas conseguiu vencer Wanderley e avançou em primeiro da bateria.

A comissão em reunião com os atletas decidiram fazer bateria homem a homem na semifinal e final, aumentando assim a disputa entre os atletas e a briga pela liderança do ranking. A primeira Semi foi Ricardo e Wanderley, ambos representando São Conrado que apresentaram um bodyboarding afiado dignos de campeão, com manobras expressivas, a qualquer instante um poderia ultrapassar o outro na contagem dos pontos, bastava uma onda boa. E como tudo podia acontecer, nos últimos 30 segundos Wanderley consegue uma onda excelente e conquista uma nota acima dos 7 e vira a bateria. Na outra Semi dois estreantes vinham arrepiando as baterias, Gabriel e Cassius, eles demonstravam que queriam muito vencer e levar uma prancha de bodyboard “zero bala” oferecido pela NOVA Bodyboard mas eles se encontraram e saiu fogo da água como nunca visto antes. Gabriel conseguiu executar manobras mais fluídas e limpas e avançou para final.

Agora a final estava pronta, o quarto do ranking Wanderley querendo chegar ao topo contra um estreante no circuito que vinha arrepiando. Ambos conseguiram iniciar a bateria com uma boa onda e ficaram em busca de uma segunda nota, o tempo foi passando e ninguém conseguia a tal segunda nota para fazer uma boa média. E no final da bateria faltando 01 minuto tudo mudou, entrou uma boa série e Gabriel conseguiu uma excelente nota e alcançou a média de 10,50 contra 8,50 do Wanderley.

Sub-18 Masculino

1º Thiago Silva ( São Conrado )

2º Christopher Reis ( Ceará )

3º Shelton Ícaro ( Recreio )

4º Robson Corrêa ( Maricá )

Amador Feminino

1º Paula Fernanda ( Maricá )

2º Karen Castellar ( Maricá )

3º Marcela Reis ( Maricá )

4º Amanda Souza ( Maricá )

Amador Masculino

1º Ramon Silva ( São Conrado )

2º Pablo Ricardo ( São Conrado )

3º Cassius Perry ( Ipanema )

4º Mateus Souza ( Recreio )

Master Masculino

1º Valdinei Nunes ( Ipanema )

2º Felipe Montenegro ( Leme/Recreio )

3º Tobias Widera ( Joatinga )

4º Jeff Urdan ( Copacabana )

Open Masculino

1º Gabriel Sousa ( Rio das Ostras )

2º Wanderlei Silva ( São Conrado )

3º Ricardo Ramos ( São Conrado )

4º Cassius Perry ( Ipanema )




There is 1 comment

Add yours

Deixe uma resposta