“PERNAMBUCO” | SoBBreviver – O Filme

Terra de caBBra retado!

A mais pura vibbe , família dropknee e fortes emoções.

Por: Elmo Ramos / Ride It! (texto originalmente publicado na revista Ride It! #29)

Pernambuco foi o estado mais visado em nossa trip rumo ao nordeste, pois de lá pegaríamos o vôo para o paraíso que povoava e povoa nossas mentes, Noronha. Como chegamos em Recife no dia do nosso embarque, tivemos que fazer o tour pelas praias “na volta”, e fomos em companhia de Marcelo Gomes, um legend do Dropknee, conhecer o centro histórico, as ruas e praças, monumentos e cultura local.

Vimos como o Maracatu é forte e representa bem o estado de espírito do povo nordestino, com tambores, melodias fortes e aquele sotaque típico muito divertido. Gomes nos levou num show de músicos universitários num bosque muito roots, sob uma lua cheia maravilhosa, ouvimos suas estórias das trips para Indonésia, América Central e Hawaii e demos muitas risadas ao som de Nação Zumbi, Mundo Livre e Cordel do Fogo Encantado.

No dia seguinte fomos conhecer a Enseada dos Corais com nosso amigo Lobs King, também conhecido como Geraldo Júnior, atleta master e representante de marcas de bodyboarding no estado.

Antes passamos em Piedade, pico onde rolavam os maiores campeonatos da ABBP, porém hoje em dia devido aos sucessivos ataques de tubarão no local, teve que se mudar para Maracaípe, algumas horas distante dali para continuar existindo e revelando talentos.

Chegando na famosa PQP, corremos pra água e David foi atrás para mais uma vez registrar as imagens de dentro dágua, mal sabendo que estava de “isca” de cação. Aliás, a diferença entre cação e tubarão é que cação é quando a gente come ele e tubarão é quando ele come a gente… ehehehe!

Boas ondinhas, pico bem raso e buraco, show de Iraí Rodrigues, o esportista do ano de Pernambuco, Adilson Júnior, top da ABBP, Zulu Martinez, revelação da categoria Mirim, e Adriano Silveira que junto com seu pai, que é uma lenda viva do Bodyboarding, não nos deixou ir embora e curtimos a noite ali, batendo papo e vendendo revistas.

Tivemos a oportunidade de passar momentos memoráveis com essa galera. Mais uma vez fomos tratados como representantes de uma mesma família.

Sábias palavras de Beri Santana, um dos dinossauros pernambucanos e grande responsável pela estruturação do esporte competição do estado, que nos concedeu uma entrevista emocionada e realista que sintetiza e resume o ideal que sonhamos para o Bodyboarding.

E para dar um levante na categoria, apresentamos através de filmagens de arquivo pessoal, uma sessão especial representando a família Dropknee brasileira. Com manobras modernas e explosivas Daniel Alves se garantiu e com certeza será um dos destaques nordestinos do filme.

Deixamos Recife com saudades dos amigos e pensando nas ondas que nos contaram que rolam por ali, em bancadas e lajes secretas envolvendo lendas e mistérios. Estórias tenebrosas de ataques de tubarão e casos sobre ondas que lembram Pipeline ficaram em nosso subconsciente. Em breve voltamos ae caBBras!




There are no comments

Add yours

Deixe uma resposta