mordida_de_tuba

Tubarão se defende de bodyboarder em Noronha

Mordido por um tubarão da espécie limão na tarde da última quinta-feira (14) em Fernando de Noronha (PE), o bodyboarder Vinícius Cavalcanti, 31, comentou sobre o incidente no Instagram.

“Eu não fui atacado por um tubarão. Eu caí em cima dele, que, fez o que qualquer ser faria, apenas se defendeu! Eu é que fui imprudente!”, escreveu Vinícius.

Vencedor de Açaí na Cacimba do Padre, ele aproveitou o final do expediente para dropar as ondas do pico, que a partir de terça-feira (19) recebe uma etapa do QS 6.000, divisão de acesso ao circuito mundial.

“Estava surfando no final de tarde, junto a um cardume de sardinhas, e, mesmo após ver que tinha tubarão na água, continuei ali. E, sabe de uma coisa? Mal posso esperar para estar dentro daquele lugar maravilhoso, pegando essas ondas lindas! Sendo feliz, me conectando ao oceano. O que aconteceu foi um incidente, apenas isso! Aprendi bem a lição, não surfo mais final de tarde, com os bichos ali, se alimentando. Mas, enquanto tiver saúde vou pegar onda, eu preciso do mar!”, afirma.

Apesar do susto e dos ferimentos no rosto, pescoço e orelha, Vinicius já recebeu alta e fez um agradecimento à equipe do hospital São Lucas, onde foi atendido. “Cara, vocês foram demais! Um cuidado e carinho que afloraram em mim uma gratidão sem tamanho. Dr. Milton, Dra. Carol e toda a equipe, todo o tempo agindo munidos de muito amor e cuidado por mim! Nunca vou esquecer vocês!”.

Ao site JC Online, o pesquisador Leo Veras, do Instituto Tubarões de Fernando de Noronha, afirmou que é comum tubarões estarem na parte rasa nessa época do ano, devido ao acasalamento, e que choques entre surfistas e tubarões são recorrentes.

Fote Site Waves. Foto de capa @marcefrenoronha




There are no comments

Add yours

Deixe uma resposta