vagas

Vagueando e fazendo história

Nesse período atípico em meio a uma pandemia, que oramos para que isso logo acabe, vivenciamos uma nova realidade, onde estamos buscando novas formas de vivências devido ao cenário atual.
Graças á Deus vivo num lugar privilegiado, um lugar afastado das aglomerações, isso proporciona a nossa rotina de treinos.
Moro e treino em Ilha Comprida, litoral sul paulista, são
74 quilômetros de praia e ondas boas.

Diante dessa inesperada realidade, houve a possibilidade de participarmos do Virtual Surf Adaptive Contest promovido pela @accesurf, com sede no Hawaii há seis anos, que tem o intuito de promover o esporte às pessoas com deficiência.

Fato de inédito que vivenciei, pois é a primeira vez que participo desse campeonato, pois sempre participei dos campeonatos tradicionais mesmo sendo deficiente. Vi nesse evento uma possibilidade de mostrar que o bodyboard tem potencial de entrar no cenário competitivo e sim também estar numa paraolimpíadas, e com certeza quero estar representando o nosso país Voltando ao evento virtual, tivemos a janela de 20 de Julho à 20 de Setembro para fazer a imagem e encaminhar para concorrer.


Fui o único bodyboarder e brasilieiro a competir o evento, a imagem acima foi a qual concorremos o evento, a nossa perfomance com ela foi 6,47.

O vencedor foi Chriis Oberle que surfou de waveski performando com 9,58. O bodyboard entrou no cenário e mostramos que temos potencial e estou muito feliz em ter participado desse evento internacional, fizemos história!

Com essa imagem, captada em plena quarentena, Vagner concorreu e tirou um 6.47 pontos.

Agradeço a Acessurf Hawaii pelo evento, os brothers Glauco Rigo e Joel Muniz por encararem o frio e fazerem as imagens, a Bia Mayla, surfista local, que se dispôs a compartilhar os seus equipamentos para captarmos as imagens, a lenda master e presidente da Liga Nacional de Bodyboard, o Marcello Pedro, sempre paciente e com feedbacks mais que positivos, o personal Nicolas Moeller que me condicionou para o evento, o bodyboarder e coach, o Eduardo Freitas, suas dicas ajudam lapidar a técnica, o Elmo Ramos da Ride It! sempre oportunizando e reconhecendo o nosso empenho, o Vilela e o Hamilton da Genesis, que tem me ajudado é muito no meu shape Vagner Andrade Diamond Bodyboards, isso demonstra que vagueando, rompemos paradigmas…
Aloha!

Facebook https://www.facebook.com/vagner.andrade.9655

Site ACCESURF https://www.accessurf.org/




There are no comments

Add yours

Deixe uma resposta