“SANTA CATARINA” | SoBBreviver – O Filme

Santa e Bela Catarina.

Registros já históricos, atleta Top do Mundial e muito mais ainda a ser desbravado.

Por: David Pimentel | Resistência Filmes 
(texto originalmente publicado em 2006 na revista Ride It! #29)

A região norte do litoral Catarinense ainda possui inúmeros picos sem crowd. Várias bancadas de areia quebram vazias, bocas de rios em condições clássicas, alguns fundos de pedra conhecidos e outros ainda inexplorados funcionam em condições épicas. Esse é um  resumo de uma parte do litoral que com certeza é um dos destaques do filme.

Agradeço por ter crescido frequentando com minha família essa região onde conheci o Bodyboarding e que também foi palco de alguns dos nossos primeiros registros que acabariam servindo para o filme juntamente com imagens de parcerias firmadas ao longo do tempo.

A região do vale de Itajaí, mais exatamente a praia Brava finalizou um circuito onde os principais atletas dos três estados do Sul: Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul além de alguns convidados proporcionaram espetáculo. A Brava foi palco de um dos melhores campeonatos dos últimos anos aqui no Sul do país. A última etapa do Circuito Sul Brasileiro de Bodyboarding de 2003 pode ser considerada histórica.

Após o primeiro dia de mar pequeno, sábado a tarde o mar começou a reagir e a probabilidade de boas ondas numa direção muito favorável para esse pico era alta. Não deu outra. O domingo após o Warung para alguns, amanheceu clássico. Um metro com formação perfeita para os profissionais proporcionarem um show dentro d`água, com direito a praia cheia e espetáculo pelas areias que ferviam com o sol do meio dia. 

Fica um destaque ainda mais especial à grande final Open Masculina onde 4 atletas fizeram um show a parte. Felipe Perusin, carioca que competia pelo Paraná abriu a bateria com boas manobras assim como Éder Luciano. Luis Gustavo Villar mandou um ARS na série e o “Cearucho” Fabinho Rodrigues um backflip muito forte. Mas o que definiu mesmo o Circuito foi a última série que entrou nos 5 minutos finais “assistidos em pé” de bateria.

Éder desceu a primeira, uma direita onde mandou um ARS voador, que o deixou em 3° lugar. Na segunda veio Fabinho, uma esquerda perfeita onde ele cava e manda um backflip na orelha garantido um 10 unânime, o título da etapa somando 19,5 no total de 20 pontos possíveis, saindo carregado da água nos ombros da galera. Na sequência desce LG e com um ARS para a direita garante o 2° lugar na etapa e sagra-se campeão do Circuito.

Mais ao sul do estado apresentamos através de mais uma parceria, um pouco do melhor que a Ilha da Magia tem a oferecer.  Imagens do  “Nova Era Barrells Challenge” campeonato realizado em um pico de difícil acesso, onde as ondas quebram extremamente tubulares com bastante força e pressão sob um raso banco de areia formando rampas e bocas para manobras aéreas.

Dez dos melhores atletas de diversos cantos do estado competiram em um formato inédito, como num freesurf e da areia eram filmados e fotografados por Elmo Ramos com exclusividade para a Revista Ride It! que apresentou uma matéria especial.

 




There are no comments

Add yours

Deixe uma resposta