rtvpostpro

Brasileiras vencem no ArcelorMittal Wahine Bodyboarding Pro

Anúncios

Brasileiras predominam e conquistam todos os títulos do ArcelorMittal Wahine Bodyboarding Pro

Neymara Carvalho (foto), Mariana Nogueira e Isabelli Nunes faturam as categorias Profissional, Master e Pro Junior, respectivamente, em etapa exclusivamente feminina do Mundial de Bodyboard – Fotos: Rodrigo Gavini/Mosaico Imagem

Sábado das campeãs no ArcelorMittal Wahine Bodyboarding Pro. Neymara Carvalho, Mariana Nogueira e Isabelli Nunes conquistaram os títulos em disputa no campeonato mundial exclusivo para mulheres, realizado em Serra (ES). Na Praia do Jacaraípe, as três foram as vencedoras nas categorias Profissional, Master e Pro Júnior, respectivamente. Ficarão para sempre marcadas na história como campeãs da etapa inédita do Mundial da modalidade.

Neymara e Sari, duas Campeãs Mundiais medindo forças no Brasil. Pic: @iuriphoto

O sábado começou com as disputas das semifinais. Na categoria Profissional, a  japonesa Sari Ohhara, terceira do ranking e campeã mundial em 2019, levou a melhor sobre a brasileira Maíra Viana. Na outra semifinal da categoria, Neymara Carvalho foi melhor e eliminou a também brasileira Isabela Souza.

Já na Master, o destaque foi Mariana Nogueira, que conquistou uma nota 10 para tirar a portuguesa da disputa. A outra vaga na final foi para Joselani Amorim. O bom desempenho desde as primeiras baterias prevaleceu para eliminar a também brasileira Francis Aoto.

Na Pro Junior, a final foi composta por Luna Hardman, filha de Neymara Cavalho, que eliminou Bianca Simões, e Isabelli Nunes, que despachou Gabriela Penha, todas brasileiras.

Isa Nunes levou a etapa e acirra a disputa pelo título da temporada. Pic @iuriphoto

Hora da decisão

A final profissional foi marcada por grande equilíbrio. A japonesa Sari Ohhara chegou a conquistar a maior nota no embate com Neymara Carvalho. No entanto, a anfitriã prevaleceu nas águas da Praia do Jacaraípe. Ohhara arrancou um 8.40, porém Neymara conquistou um 8 e um 7.50 para somar 15.50 no total e vencer a “gringa” por apenas 0.35 pontos de diferença.

“É muita emoção. Esse é o campeonato mais importante da minha vida. Após o nascimento da Luna, eu falava que o título mundial que ganhei era o mais importante por tudo que envolvia aquele momento. E agora competindo e realizando o evento, pensando em várias coisas. É muito difícil, mas é tão gratificante que eu não tenho palavras. Gostaria de agradecer mais uma vez todas as meninas que vieram”, disse Neymara Carvalho.

Outro espetáculo foi a decisão da categoria Master, com duas lendas do bodyboard brasileiro na água. Mariana Nogueira e Joselani Amorim fizeram um ArcelorMittal Wahine Bodyboarding Pro lindo, comprovado pelo resultado apertado na final. Melhor para Mariana Nogueira, que conseguiu um 7 e 6 para somar 13, 0.75 a mais que Joselani.

“Eu não esperava esse título. Eu vim tão tranquila para prestigiar a Ney. Deu tudo certo, as ondas vieram, eu me diverti muito. Estou aqui pelo esporte, prestigiando a Ney e todas as meninas que vieram. Esse evento foi histórico”, falou Mariana Nogueira.

Já na decisão da Pro Junior, quem levou a melhor foi a paranaense Isabelli Nunes, com a soma de 14.75 contra 12.75 alcançados por Luna Hardman.

Mariana Nogueira volta a brilhar no cenário competitivo e abocanha o título de Campeã Mundial Master 2022. Pic @iuruphoto

RESULTADOS DESTE SÁBADO (25) DO ARCELORMITTAL WAHINE BODYBOARDING PRO

PROFISSIONAL FEMININO – FINAL

Neymara Carvalho (BRA) 15.50 x Sari Ohara (JAP) 15.15

PROFISSIONAL FEMININO – SEMIFINAIS

1.a – Sari Ohara (JAP) 13.25 x Maira Viana (BRA) 11.00

2.a – Neymara Carvalho (BRA) 14.30 x Isabela Sousa (BRA) 13.65

MASTER FEMININO – FINAL

Mariana Nogueira (BRA) 13.00 x Joselane Amorim (BRA) 12.25

MASTER FEMININO – SEMIFINAIS

1.a – Mariana Nogueira (BRA) 18.65 x Catarina Sousa (POR) 10.65

2.a – Joselani Amorim (BRA) 13.00 x Francis Aoto (BRA) 12.00

PRO JUNIOR FEMININO – FINAL

Isabelli Nunes (BRA) 14.75 x Luna Hardman (BRA) 12.75

PRO JUNIOR FEMININO – SEMIFINAIS

1.a – Luna Hardman (BRA) 12.75 x Bianca Simões (BRA) 6.40

2.a – Isabelli Nunes (BRA) 15.25 x Gabriela Penha (BRA) 7.25

Sobre o ArcelorMittal Wahine Bodyboarding Pro

O projeto idealizado por Neymara Carvalho surgiu em 2021. “Wahine”, que significa “mulher” na língua havaiana, evidencia o resgate da conexão com os povos indígenas das ilhas do Havaí e inspira o evento esportivo. Além disso, foi em águas havaianas um dos pódios mais emblemáticos de Neymara. Ao sair da Barra do Jucu, ela consagrou seu nome no cenário do bodyboarding internacional sendo a campeã de uma das mais acirradas disputas do Mundial, na Praia de Pipeline, em 2006 e 2011.

O ArcelorMittal Wahine Bodyboarding Pro é uma realização do Instituto Neymara Carvalho e conta com o patrocínio do Governo do Estado do Espírito Santo e apresentação da ArcelorMittal.

 




There are no comments

Add yours